Vigilância Sanitária realiza uma importante ação educativa na 3ª AGROPOVO de Centralina – MG

Na manhã do dia 02/08/2017 a equipe da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde de Centralina – MG Bióloga e Coordenadora da VISA Raíslla Ferreira Araújo, o Secretário Municipal de Saúde Antônio Marconi Vasconcelos Silva e as Autoridades Sanitárias Jefferson Coelho Borges Pereira e Marcelo Ferreira dos Santos) estiveram visitando o local da 3ª AGROPOVO Centralina – MG evento este que aconteceu de 02 a 06 de Agosto de 2017 no Parque de Exposições “Francisco Marciano de Oliveira” com atividades de cavalgada, almoço beneficente, reuniões, inaugurações, estacionamento, prova de laço, shows artísticos, rodeio profissional, rodeio amador, boate, praça de alimentação, parque de diversões, stands empresariais, etc.

Foi falado com os organizadores do evento e comerciantes do local, sobre a importância e os cuidados no ambiente da festa e de todas as atividades de maneira geral, ressaltando informações sobre a higienização do local sendo realizada limpeza diária ou conforme necessidade evitando assim, a proliferação de insetos e roedores no local, utilizando produtos adequados para cada tipo de limpeza, importância da utilização de EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) como toucas, luvas, aventais e máscaras quando necessário, preparação dos alimentos, tais como: frituras, assados, almoço, macarrão, sanduíches, porções, caldos, doces, batidas, gelados comestíveis, sucos naturais, etc., onde, antes de manipular qualquer tipo de alimento ou bebida, deverá sempre ter o devido cuidado em lavar bem as mãos, com água e sabão e quando possível utilizar o álcool gel para assepsia, manter os utensílios de preparação (panelas, vasilhas e talheres) sempre limpos, evitar materiais de uso coletivo, dando preferência aos descartáveis, porém de maneira sustentável, cuidados na venda de alimentos e bebidas em geral verificando a data de validade, procedência dos produtos, armazenamento e temperatura adequados, não manipular alimentos e bebidas e dinheiro ao mesmo tempo, onde deverá ter local separado para este tipo de atividade, realizar a separação de resíduos recicláveis e orgânicos e envio a coleta diária, inclusive, foi prestada também orientações em caso de acidentes, procurarem imediatamente o atendimento especializado no local (Ambulância de Suporte Básico, Brigadistas, Seguranças, Policiais, etc.).

A ação contou com a entrega de um Informativo intitulado: “Eventos de Massa – Riscos”, onde, na oportunidade, foi falado rapidamente sobre as Resoluções RDC Nº 13, de 28 de março de 2014 a qual regulamenta a prestação de serviços de saúde em eventos de massa de interesse nacional e dá outras providências a qual envolva diariamente um contingente superior a 1.000 (um mil) pessoas e da RDC Nº 43, de 1 de setembro de 2015 a qual foi publicada no DOU nº 168, de 2 de setembro de 2015, a qual dispõe sobre a prestação de serviços de alimentação em eventos de massa.

Vale ressaltar que, Evento de Massa é a atividade coletiva de natureza cultural, esportiva, comercial, religiosa, social ou política, por tempo pré-determinado, com concentração ou fluxo excepcional de pessoas, de origem nacional ou internacional, e que, segundo a avaliação das ameaças, das vulnerabilidades e dos riscos à saúde pública exija a atuação coordenada de órgãos de saúde pública da gestão municipal, estadual e federal e requeira o fornecimento de serviços especiais de saúde, públicos ou privados.

01 02 03 04 05 06 07 08 09 10

Deixe uma resposta